Quando desenvolver um projeto de franquia

Franquear o seu negócio é uma estratégia comprovada de expansão do negócio e crescimento da rede. Mas desenvolver um projeto de franquia e tornar-se um franqueador não é uma garantia de sucesso, especialmente numa economia desafiadora como a brasileira.

Quando a empresa oferece um conceito vencedor, desenvolver um projeto de franquia pode ser uma ótima estratégia de expansão que não exige tanto capital inicial como crescer através de unidades próprias. Por isso, muitos empresários sonham em ver sua marca se tornar um nome conhecido, com uma rede de lojas franqueadas de norte a sul do país ou, até, com atuação internacional.

Se você está considerando franquear seu negócio, saiba que o processo para se tornar um franqueador, geralmente, é longo e envolve custos consideráveis. Tornar-se um novo franqueador bem-sucedido envolve a tomada de muitas decisões iniciais que afetarão seu negócio nos próximos anos. Além disso, mesmo que você se qualifique para vender franquias não significa que encontrará os compradores que gostaria.

Você trabalhou arduamente para construir um modelo de negócios bem-sucedido, e agora acredita estar pronto para enfrentar o desafio do Franchising. No entanto, mesmo os empresários mais preparados podem ficar confusos diante dos processos e atividades peculiares definidos no projeto de franquia. Veja, abaixo, algumas etapas importantes que você precisará avaliar antes de seguir o longo caminho para se tornar um franqueador bem-sucedido.

Você deve avaliar se o seu negócio está “pronto”. Além de ter um histórico de boas vendas e rentabilidade no negócio existente, há vários fatores a serem ponderados:

Analise seu modelo de negócio.

A maioria dos conceitos de negócios franqueados de sucesso, oferece algo que possui um toque único, aquele diferencial que vai destacar sua rede das outras. Esse conceito tem de atrair tanto os consumidores finais como potenciais franqueados. O crescimento da rede deve maximizar a economia de escala e aumentar a margem de lucro da operação. Além disso, o negócio precisa ser algo que possa ser sistematizado e replicado e não algo que precisa de um “toque pessoal” ou conhecimento específico para dar certo.

Verifique seus resultados.

A maioria das franquias de sucesso opera um negócio que já é lucrativo e tenta replicar esse sucesso em outros locais. Muitas vezes o segredo dessa lucratividade está no profundo conhecimento dos detalhes e das armadilhas dos custos, despesas, desperdícios, etc. que o franqueador conhece e ensina aos seus franqueados. Você sabe qual é o “pulo do gato” do seu negócio e sabe como ensinar seus franqueados?



Baixe agora o e-book Projeto de Franquia
com tudo que você precisa saber para
franquear o seu negócio.

 


Pesquise o mercado antes do projeto de franquia.

Não confie em sua intuição de que seu negócio será um grande sucesso em todo o país. Faça pesquisas de mercado para confirmar que existe uma demanda generalizada de consumidores além de sua cidade natal, estado ou região para aquilo que seu negócio oferece, faça benchmark com concorrentes, enfim, não considere como “favas contadas” que seu negócio será bem aceito em todos os lugares.

Sua vida vai mudar.

Tornar-se um franqueador significa que você estará envolvido em atividades inteiramente diferentes do que você tinha como proprietário, operador e gestor da sua empresa. Você passará a vender, principalmente, franquias e oferecer suporte aos seus franqueados agora, em vez de vender pizza ou cursos de idiomas. Pergunte-se se você se sente bem no papel de professor e vendedor, vendendo franquias e apoiando seus franqueados, ao invés de operar o negócio como fazia antes.

Além de tudo, uma vez que sua empresa se tornou uma franqueadora, isso exigirá que você abra mão de algum grau de controle que você tinha sobre a forma como o negócio passará a operar. Seus franqueados não farão as coisas exatamente do jeito que você faria, mesmo que o façam bem. Se você é tão “protetor” do conceito e da operação do negócio que não permitirá que ninguém o “deturpe”, talvez o Franchising não seja adequado para você.

Avalie o investimento para seguir com o projeto de franquia

Antes de mergulhar de cabeça no projeto de franquia, você deve avaliar a extensão e volume do investimento necessário para colocar uma operação de franquias em funcionamento, então pergunte-se se sua empresa possui os recursos financeiros. Faça um plano detalhado do que é necessário para implantar, lançar e gerir uma rede de lojas. Lembre-se de que, embora o Franchising permita que você cresça rápido, também significa que uma boa parte dos lucros futuros das unidades franqueadas não serão seus, você terá apenas uma parte sob a forma de royalties e ganho de escala de produção e fornecimento.

Neste post, não temos a pretensão de esgotar todos os assuntos nem temos o espaço para isso. Esses são apenas alguns poucos pontos de um processo complexo e intrincado para a adoção e implantação de um sistema de franquias.

Já ouviu o ditado: “Nunca cometa o mesmo erro duas vezes”? Mas, por que correr o risco de cometê-lo, se você pode evitá-lo?

Compartilhar Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *